• Volpe Advogados

INSS inicia pente-fino em benefícios com suspeitas

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começou o pente-fino em milhões de benefícios previdenciários afim de analisar indícios de fraude e irregularidade.


Segundo o INSS, serão analisados, pelos próximos 18 meses, 3 milhões de benefícios com indícios de irregularidades apontadas por órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU), a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Força Tarefa Previdenciária. Mas esse número pode aumentar.


A convocação dos segurados será feita prioritariamente por meio de caixa eletrônico na rede bancária. Outra forma de avisar os segurados que passarão pelo pente-fino será por envio de correspondência, por isso, é importante os beneficiários manterem atualizados seus endereços no INSS. Essa atualização pode ser feita pelo Meu INSS (https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/meu-inss/).


O segurado que cair no pente-fino deve ficar atento para não perder o prazo de defesa:

· Fique atento as correspondências enviadas pelo INSS e aos avisos dos terminais bancários, pois nele o INSS informará o motivo da suspensão ou cancelamento do benefício;

· Não perca o prazo de resposta. Caso o INSS cancele o benefício, o prazo para recurso é de 30 dias;

· Para as perícias necessárias nos casos de benefícios por incapacidade, deve o beneficiário levar laudos médicos recentes, atestados, receitas de remédios, prontuários médicos solicitados no hospital e exames que atestam a incapacidade, pois é por meio dos documentos apresentados e da avaliação na data agendada que o perito do INSS poderá conceder a renovação do pagamento mensal.

· Caso o recurso seja negado e o benefício for cancelado, poderá ainda a pessoa prejudicada ingressar com um pedido judicial que, eventualmente deferido, poderá restabelecer o benefício e ainda determinar o pagamento dos valores que deixaram de ser pagos.

4 visualizações

©2017 | Volpe Advogados | Criado por Cento & 12

  • White Facebook Icon